06 março, 2006

Ser como um rio.



SER COMO UM RIO QUE FLUI

Um rio nunca passa duas vezes pelo mesmo lugar" A vida é como um rio", diz o filósofo, e chegamos à conclusão de que essa é a metáfora mais próxima do significado da vida.

1) Sempre estamos diante da primeira vez. Enquanto nos movimentamos entre a nossa nascente (o nascimento) e o nosso destino (morte), as paisagens serão sempre novas. Devemos encarar todas estas novidades com alegria, e não com medo - porque é inútil temer o que não se pode evitar. Um rio não deixa de correr jamais.

2) Em um vale, andamos mais devagar. Quando tudo à nossa volta fica mais fácil, as águas se acalmam, nos tornamos mais amplos, largos, mais generosos.

3) Nossas margens sempre são férteis. A vegetação só nasce onde existe água. Quem entra em contato conosco precisa entender que estamos ali para dar de beber a quem tem sede.

4) As pedras precisam ser contornadas. Evidente que a água é mais forte que o granito, mas para vencê-lo é preciso tempo. Não adianta deixar-se dominar por obstáculos mais fortes, ou tentar bater-se contra eles; gastaremos energia à toa. O melhor é entender por onde se encontra a saída, e seguir adiante.

5) As depressões necessitam paciência. De repente o rio entra em uma espécie de buraco, e pára de correr com a alegria de antes. Nestes momentos, a única maneira de sair é contar com a ajuda do tempo. Quando chegar o momento certo, a depressão se enche, e a água pode seguir adiante. No lugar do buraco feio e sem vida, agora existe um lago que outros podem contemplar com alegria.

6) Aceite que a vida tem limites. Não dá para querer que o dia tenha 48 horas ou que ele passe mais depressa.

7) Expresse suas emoções materializando-as com palavras. Não colocar para fora conflitos psicológicos pode favorecer o aparecimento de úlceras e gastrites.

8) Pratique o otimismo. Um dos maiores estudos já feitos sobre longevidade mostrou que encarar o dia-a-dia de forma positiva rejuvenesce e garante mais anos de vida. "Ser negativista não resolve os problemas, mas pode abreviar seus dias".

Psiquiatra Augusto Cury e Escritor Paulo Coelho

2 comentários:

Vera Rodrigues-Rath disse...

Helga!!!

Você agora tem um blog, querida!!! Não estou respondendo exactamente ao post, mas queria inaugurar o sistema de comentários!!!

Você me surpreende cada dia mais... tu és fera, grande amiga, grande mulher!


Beijos,



Verinha Rath


www.verinha.de

helga31 disse...

Com boa professora Frau Rath a gente chega lá.